Árvore genealógica de Domingos Malaquias de Aguiar Pires Ferreira



 Maria do Sacramento Pires Ferreira
1760
Joanna Maria de Deus Correia Pinto + Domingos Pires Ferreira [1º]

José Estevão de Aguiar
1761
 
- + -

IRMÃO(s)
 

Domingos Malaquias de Aguiar Pires Ferreira
n. 1788 - Recife (PE)
f. 1859 - Recife (PE)
 
CÔNJUGE(s)
Joaquina Angélica Pires Ferreira
- Recife (PE)


FILHO(s)
 
VerbeteVol.Texto
16071
Domingos Malaquias de Aguiar Pires Ferreira;
16101
DOMINGOS MALAQUIAS DE AGUIAR PIRES FERREIRA, n. 03.11.1788 no Recife, e + 1012.1859 no Recife. Estudou Humanidades em Coimbra; matriculou-se em matemática, mas interrompeu seu curso; participou da Revolução Pernambucana de 06 de março de 1817; graduou-se em Ciências Naturais em Paris; Deputado as Cortes de Portugal (1821); Presidente da Província de Alagoas (1823), cargo que não aceitou; Deputado pela Província de Pernambuco na 1a. Legislatura (1826-1829); Vice Presidente da Província em 1842 e 1848; Comendador da Ordem de Christo e da Ordem da Rosa e Grande do Império; 1o. BARÃO DE CIMBRES por decreto de 21.10.1853. Casou-se em 03.07.1820 com sua prima legítima JOAQUINA ANGELICA PIRES FERREIRA, n. no Recife, e + 07.05.1868 no Recife. Domingos Malaquias de Aguiar Pires Ferreira e Joaquina Angelica Pires Ferreira foram pais de:
331426
DOMINGOS MALAQUIAS DE AGUIAR PIRES FERREIRA - 1º BARÃO DE CIMBRES 
N. 03-11-1788 no Recife, f. 10-12-1859 no Recife. Recebeu o título de 1º barão de Cimbres em 21-10-1853. Estudou humanidades no Seminário de Olinda. Matriculou-se em matemáticas na Universidade de Coimbra em 01-10-1807; interrompeu os estudos quando da invasão napoleônica em Portugal, em 1808. Participou da Revolução Pernambucana de 6 de março de 1817 ao lado de seus tios João de Deus, Joaquim e Gervásio Pires Ferreira. Em 1817 foi enviado aos Estados Unidos para compra de armas para a Revolução Pernambucanao. Com o fracasso da revolução, permaneceu ali durante algum tempo e mais tarde seguiu para Paris, onde se graduou em Ciências Naturais. Com a Revolução Pernambucana de 1821, foi nomeado deputado às cortes de Portugal já em 1821. Indicado presidente da província de Alagoas em 1823, recusou o cargo. Deputado pela província de Pernambuco na primeira legislatura, em 1826-29. Vice-presidente da província de Pernambuco em 1842 e 1848. Comendador da Imperial Ordem de Cristo. Oficial da Imperial Ordem da Rosa. Grande do Império. 1º BARÃO DE CIMBRES por decreto de 21.10.1853. Em sua homenagem existe no Recife, no bairro da Boa Vista, a Avenida Conselheiro Aguiar. Filho de Maria do Sacramento Pires Ferreira (n. c. 1760 na freguesia de São Frei Pedro Gonçalves, no Recife, f. tb. no Recife) e de José Estevão de Aguiar (n. 1761 em Lisboa, f. 27-09-1820 no Recife; comerciante). Sobrinho materno de Gervásio Pires Ferreira (n. 26-06-1765 no Recife, f. 09-03-1836 no Recife) [v. 30023] e de Genoveva Perpétua de Jesus Caldas. Neto materno de Domingos Pires Ferreira (n. 1718 em Portugal, f. no Recife; importante comerciante no Recife) [v. 30001] e de Joanna Maria de Deus Correia Pinto (n. no Recife, f. tb. no Recife). Primo de Caetana Cândida Gomes, casada com Manoel José da Costa, barão das Mercês [v. 33173]. Primo de Thereza Portella de Souza Leão, casada com José Pereira Vianna, 2º barão da Soledade [v. 33196]. Domingos Malaquias de Aguiar Pires Ferreira deixou um testamento feito no dia 11.10.1952, com casas no Recife, escravos, peças de ouro, as benfeitorias do engenho Algodoais e etc. (1º. Cartório de Órfãos do Recife, Maço 9, Letra B). Casou-se em 03-07-1820, no Recife (Boa Vista, Lv. 1, fls. 171), com sua prima legítima JOAQUINA ANGÉLICA PIRES FERREIRA [33142a], n. no Recife, f. 07-05-1868 no Recife. Testemunhas de casamento: Joaquim Pires Ferreira, tio dos nubentes e do Coronel José Carlos Mayrink da Silva Ferrão, este casado com Joanna Maria de Deus Gomes, prima legítima dos nubentes. Filha de João de Deus Pires Ferreira (n. 1759 no Recife, f. tb. no Recife; advogado formado em Coimbra em 1788; participou da Revolução Pernambucana de 1817) [v. 30020] e de Angélica Joaquina Rosa. Neta paterna de Domingos Pires Ferreira (n. 1718 em Portugal, f. no Recife; importante comerciante no Recife) [v. 30001] e de Joanna Maria de Deus Correia Pinto (n. no Recife, f. no Recife). Prima de Caetana Cândida Gomes, casada com Manoel José da Costa, barão das Mercês [v. 33173]. Prima de Joaquina Pires Machado Portella, casada com Ignacio Joaquim de Souza Leão, barão de Souza Leão [v. 33197]. Prima de Thereza Portella de Souza Leão, casada com José Pereira Vianna, 2º barão da Soledade [v. 33196]. [Auler, 1943, p. 83-5; Barata, Cunha Bueno, t.1, v.2, p. 1809-13; Cabral de Mello, 2004, p. 65-112; Cavalcanti, v.2, p. 33-4, 83-4; Freitas; Honorato, p. 36-7; Moya, v.1, p. 169; Pereira da Costa, p. 253-6; Pires Ferreira, v.1, p. 81; Rheingantz, p. 15, 56; Vasconcellos, p. 130].
Domingos Malaquias de Aguiar Pires Ferreira e Joaquina Angélica Pires Ferreira foram pais de:

Copyright © 2015 Edgardo Pires Ferreira.