Árvore genealógica de Henrique Pereira de Lucena



-

-

IRMÃO(s)

Henrique Pereira de Lucena
n. 1835 - (PE)
f. 1913 - Rio de Janeiro
 
CÔNJUGE(s)
Zélia Sophia Carneiro Campello
1843 - (PE)


 
VerbeteVol.Texto
331716
HENRIQUE PEREIRA DE LUCENA - BARÃO DE LUCENA 
N. 27-05-1835 no engenho Boa Esperança, na comarca de Limoeiro, depois parte de Bom Jardim PE, f. 10-12-1913 no Rio de Janeiro, s. no cemitério de São João Batista. Recebeu o título de barão de Lucena em 16-05-1888. Estudou no Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro, concluindo o curso em 1853. Advogado formado no Recife em 1858. Delegado de polícia no Recife. De 1861 a 1868, juiz municipal e de órfãos de Goiana. Juiz de direito da comarca de Teixeira, na Paraíba, em 1869. Juiz de direito de Palmares em 1872 e de Jaboatão em 1874, em Pernambuco. Juiz de direito de São Luís do Maranhão em 1885. Com a criação do Supremo Tribunal Federal, foi nomeado ministro em 12-11-1890. Deputado à Assembleia Geral por Pernambuco em 1885-89. Presidente da província do Rio Grande do Norte em 1872, de Pernambuco em 1872-75, da Bahia em 1877-78 e do Rio Grande do Sul em 1885-86. Desembargador. Na República, tornou-se presidente de Pernambuco em 1890. Ministro de Estado em três pastas no governo do marechal Deodoro da Fonseca, em 1891. No Império, foi condecorado com o grau de cavaleiro da Imperial Ordem da Rosa e com o hábito da Imperial Ordem de Cristo. Membro da Legião de Honra, da França. Filho de Henrique Pereira de Lucena (coronel) e de Antônia Barbosa da Silva. Casou-se em 25-04-1869, no Recife, com ZÉLIA SOPHIA CARNEIRO CAMPELLO [33171a], n. 1843 em Pernambuco, f. 07-07-1927 no Rio de Janeiro, s. no cemitério de São João Batista. Filha de José Carneiro Campello e de Arcelina Xavier. [Barata, Cunha Bueno, t.1, v.2, p. 1372-3; Cascão; Chermont de Miranda, v.6, p. 43-5; v.7, p. 197; Freitas; Honorato, p. 73-4; Moya, v.3, p. 138; 1952, p. 123; Rheingantz, p. 21, 65; Vasconcellos, p. 261-2].

Fotografias

Henrique Pereira de Lucena - Barão de Lucena [33171_6]. Foto disponível online.
Copyright © 2015 Edgardo Pires Ferreira.